João Arruda defende fim de “modelo injusto” de pedágio aos paranaenses

O candidato ao Governo do Estado pelo MDB, João Arruda, participou nesta segunda-feira (27), de encontro no Sebrae, em Curitiba. Em reunião com o G7, grupo formado pelas maiores instituições do setor produtivo do Paraná, João falou sobre um modelo injusto de pedágio que existe hoje.

“Vamos pensar num modelo, junto com a sociedade, consultar os setores importantes que querem fazer esta discussão juntamente com os parlamentares e vamos mudar o modelo, fazer diferente do que está aí”, disse João. A intenção, segundo ele, é reduzir a tarifa e cobrar investimentos.

“É preciso um plano de desenvolvimento de infraestrutura do Estado para os próximos anos”, ressaltou. João defendeu que qualquer discussão envolvendo as concessões de pedágios no Paraná precisa ter todos estes parâmetros. “É fundamental um modelo que gere investimentos, melhorias nas estradas e fiscalização contra a corrupção”, disparou.

“Vamos incluir isto como contrapartida deste acordo que queremos fazer através de uma concorrência pública e aberta”. A fiscalização do pedágio, como um monitoramento real, é fundamental para garantir estes investimentos. “A intenção é por em prática o que não existiu nos últimos anos e o resultado está aí, escândalos de corrupção, de desvios e a relação que existe entre o poder público e o pedágio”, completou.

Categorias: Geral

Tags: ,,