Batistão tem bens bloqueados pela Justiça através de liminar

O juiz de Direito substituto, Márcio Augusto Matias Perrone, bloqueou, através de liminar, os bens do prefeito Romualdo Batista (PDT), e de seus ex-assessores, em duas ações ajuizadas pelo Ministério Público do Estado do Paraná, por conta de três edições (2014, 2015 e 2016) da Expomandaguari.

De acordo com o documento, foi realizado o evento, com colaboração e incentivo público, mas de forma irregular, “uma vez que sem autorização legal ou licitação, bem como uso de bens, verbas, serviços e servidores públicos”.

São dois processos sobre a ExpoMandaguari, em que Batistão é réu, sendo um ocorreu bloqueio de bens, e outros a quantia de R$ 101.400,00.

O bloqueio ocorre através de sistemas Bancenjud, Renajud, quebra do sigilo fiscal e ofício aos cartórios de registro de imóveis.

Categorias: Destaques,Mandaguari

Tags: ,,,,,

error: Content is protected !!