Hudson utiliza altar de igreja como palanque político

Na última quinta-feira (28/11), o vereador Hudson Guimarães (Cidadania) se utilizou dos microfones do Grupo de Oração Bom Pastor – da Renovação Carismática Católica (RCC), para pedir orações para o prefeito Romualdo Batista (PDT) e para ele, pois o seu voto geraria polêmica e seria achincalhado perante a população do município.

Não é a primeira vez que Guimarães se utiliza do altar da igreja (local sagrado para os católicos) como palanque político. Uma denúncia está sendo produzida e será encaminhada à Arquidiocese de Maringá, responsável legal pelas Igrejas Católicas de Mandaguari.

Hudson infelizmente, em seu vislumbre em ser o candidato à prefeito de Mandaguari, esquece suas origens e de onde veio. Ao invés dele rezar pelas almas das pessoas que morreram por falta de atendimento no Pronto Atendimento Municipal (PAM), nos últimos dias, ou pelos pacientes que aguardam consultas, exames, cirurgia há anos, que estão padecendo e sangrando pela falta de capacidade administrativa de Batistão e sua equipe, ele pede orações apenas para o prefeito e para si próprio.

Durante a votação, o presidente alegou votar junto com o parecer jurídico, que ficou pronto na segunda-feira (2), e quatro dias antes já pedia oração, por que o seu voto causaria muitos transtornos à ele. Como Hudson bem disse em sua fala durante a sessão: “tudo isso é um grande teatro”.

Vale ressaltar que o presidente da Câmara é o pré-candidato à prefeito de Mandaguari, e conta com o apoio de Batistão e de toda a estrutura do PT da cidade.

Categorias: Destaques,Mandaguari

Tags: ,,,,,,,,,,,

error: Content is protected !!