Orgulho de Mandaguari

O Correio de Notícias traz nesta página, uma história surpreendente de superação e de desafios enfrentados por Emanuelly Victória Sá de Araújo, de apenas 12 anos de idade, mas que vive a cada dia a sua vitória pessoal, e o que comprova isso, são as três medalhas de ouro conquistadas na natação, no mês de julho, em Apucarana, nos Jogos Escolares do Paraná.

Filha de Regina Célia de Sá, Manu, como é conhecida, teve que lutar pela vida, desde o período da gestação. Com uma gravidez de risco, ela nasceu com Mielomeningocele, que é uma doença congênita, que a deixou na cadeira de rodas, e também hidrocefalia. “Com relação à doença dela, a Manu não tem nenhum receio de falar sobre. Ela é bem resolvida com relação à isso. Inclusive, ela ajuda as outras pessoas, seus amigos que ficam tristes por estarem em uma cadeira de rodas”, comentou a mãe da garota, ao ser questionada pela reportagem, sobre o receio de falar da cadeira de rodas. Regina comentou ainda que, ao
descobrir da doença da filha, logo na gestação, se mudaram para São Paulo, onde Manu nasceu, e iniciou o tratamento. “Era para ela nascer morta, mas graças à Deus, e à nossa luta, ela está viva e nos enche de alegria. Moramos no Nordeste também, e depois fomos para Brasília, onde minha filha iniciou os tratamentos no Hospital Sarah Kubistchek, que é referência mundial no tratamento da doença dela”.

Ainda criança, Malu viu a sua mãe lutar pela vida também. Regina precisou fazer tratamento contra o Câncer de Mama, mas mesmo assim, a garota, juntamente com o irmão Renato, ajudaram a mãe, que venceu o câncer. Durante o tratamento, os médicos de Manu recomendaram que ela praticasse natação, e que o esporte ajudaria a amenizar os efeitos da doença na vida dela. “Foi então que eu e minha família viemos para Mandaguari, para ficar mais próximos de meus familiares. “Voltei os estudos no Colégio José Luiz Gori, onde tenho muitos amigos e tiro boas notas”, disse Manu.

“Ela começou a fazer natação da Aqua Hidro, e isso a ajudou muito. Minha filha pegou gosto pelo esporte e desde então, vem participando de campeonatos na região. O técnico José Alipio, que treina apenas paratletas, em Maringá, está treinando ela, na Vila Olímpica e hoje o sonho dela é participar de uma paraolimpíadas”, revelou a mãe.

Os treinamentos da jovem paratleta acontecem todos os dias, no período da tarde, em Maringá, que só é possível, graças ao patrocínio da Imobiliária Silvio Iwata, que ajuda na locomoção e alimentação. Manu foi ouro em três modalidades: 50 livre, 50 peito e 50 borboletas. “Quero treinar muito mais, para ser uma grande atleta”, comentou a menina.

Além de paratleta, Manu é modelo e já participou de diversos eventos do Projeto Passarela, e quando estava em Brasília, foi garota-propaganda do Ministério da Educação.

Categorias: Destaques,Mandaguari

Tags: ,,,,,,,,,,,,

error: Content is protected !!