Câmara de Mandaguari se moderniza para atender melhor a sociedade

O ano começou intenso na Câmara de Vereadores de Mandaguari. O legislativo está colocando em prática uma série de mudanças administrativas para modernizar os trabalhos, o que deve impactar positivamente na vida do mandaguariense.

A reforma do prédio da Casa de Leis está na fase final. As melhorias estão sendo realizadas no plenário neste momento. Já foi entregue a área administrativa, o que possibilitou o retorno dos servidores aos locais de trabalho. Novos móveis vão deixar o espaço mais bonito e funcional, sem contar que o prédio reformado vai melhorar a acessibilidade para pessoas com deficiência.

Quando as sessões e audiências forem retomadas, um painel eletrônico de última geração vai trazer mais transparência e celeridade ao processo legislativo, que deve se tornar ainda melhor com a aquisição de um programa de computador. Além de ser sustentável, pois reduz o consumo de papel e outros itens de escritório, o software possibilita um acompanhamento por parte do cidadão de tudo o que os vereadores e servidores estão fazendo.

“Tudo vai estar no Portal da Transparência da Câmara. O dia que o projeto chegou, qual a finalidade dele, então a população vai poder acompanhar na palma da mão, vendo o vereador fazendo seu trabalho”, destacou o presidente do legislativo mandaguariense, Alécio Bento da Silva Filho (PSD).

Ainda no campo da Tecnologia da Informação e da Comunicação (T.I.C), a Câmara contratou os serviços de um novo portal de conteúdo reunindo notícias, atos legislativos, assim como informações de utilidade pública. O objetivo é que o cidadão possa acompanhar em tempo real as ações feitas pelo legislativo municipal. Um aplicativo vai ampliar as funcionalidades permitindo que o cidadão verifique o trabalho da Câmara e ainda possa se comunicar diretamente com os vereadores. A previsão é que até o final do próximo mês todo o pacote de inovações tecnológicas esteja em pleno funcionamento.

As melhorias não param por aí. Um novo veículo foi adquirido para substituir outro com mais de 15 anos de uso, o qual será devolvido à Prefeitura para ser utilizado no atendimento das demandas do cidadão. A mudança também já começou no dia a dia dos funcionários, que agora estão trabalhando uniformizados, o que melhora a identidade visual da Câmara.

De acordo com o diretor geral da Câmara de Mandaguari, Carlos Bredariol, a prioridade foi contratar serviços profissionais e soluções tecnológicas que vão trazer mais agilidade aos processos do dia a dia, aumentando a eficiência do legislativo. “Nosso compromisso está em profissionalizar a atuação da Câmara e dos vereadores, gerando resultados significativos para a comunidade”, salientou.

TRANSPARÊNCIA NO USO DO DINHEIRO PÚBLICO

O presidente da Câmara ressalta ainda que a Casa de Leis devolveu em torno de R$ 500 mil à Prefeitura Municipal no final do ano passado. Recursos que devem ser utilizados na compra de semáforos inteligentes que devem melhorar significativamente o trânsito na cidade. Segundo a Constituição do Brasil, o Poder Legislativo tem direito a um percentual sobre a receita proveniente de impostos. Mesmo realizando uma série de investimentos, a Câmara de Mandaguari devolveu parte dos valores que recebeu, o que demonstra a responsabilidade no uso do dinheiro público, no entendimento do presidente Alécio. “O propósito de todo esse trabalho é um só: demonstrar a transparência da Câmara Municipal”, reforçou.

Ano passado a Câmara de Mandaguari ficou na 47ª colocação no Índice de Transparência Pública (ITP), desenvolvido pelo Tribunal do Contas do Paraná (TCE-PR). O legislativo ficou bem a frente de outras Casas de Leis de cidades do mesmo porte da região, como Marialva (93ª colocação), Sarandi (167ª colocação) e Jandaia do Sul (304ª colocação). Em comparação com os demais municípios da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep) o legislativo mandaguariense ficou na terceira posição. Também obteve melhor desempenho que câmaras municipais das maiores cidades do Paraná, como Londrina (98ª colocação), Curitiba (101ª colocação) e Maringá (148ª colocação), nas quais o número de colaboradores e orçamento é bastante superior.

“Tudo isso que nós estamos fazendo vai dar mais tranquilidade para a Câmara, ciente de que a população está acompanhando nosso trabalho, e o Poder Executivo terá consciência de que precisará dar celeridade à realização dos projetos”, detalhou o presidente da Câmara. Ele também lembrou que o legislativo municipal está empenhado em acompanhar e contribuir com o trabalho do Executivo para o bem da cidade. “Nós estivemos presentes nas assinaturas das Ordens de Serviço para construção do Mercado Municipal, as reformas do prédio da Prefeitura, da Praça Bom Pastor e a melhora na iluminação pública de Mandaguari”, salientou. Para Alécio não existe mais oposição e situação na Mesa Diretora na Câmara. “É um grupo que está preocupado com o bem-estar da sociedade e com o bom trabalho do Executivo para todos”, finaliza.

Diretor Carlos  Prédio da Câmara durante a reforma Presidente Alécio com servidores da Câmara Presidente Alécio Uniforme 2 Uniforme 1

 

Por Lucas Araújo

Categorias: Destaques,Galeria de Fotos,Mandaguari